Evandro Prado expõe no Rumos Itaú

ARTE – O trabalho do sul-mato-grossense estará ao lado de outros 143 do Brasil na mostra Rumos Artes Visuais.

O Itaú cultural abre hoje, em São Paulo, a exposição Rumos Artes Visuais 2005 – 2006 – Paradoxos Brasil. Aberta a visitação gratuita até 28 de maio, a mostra re´[une aproximadamente 143 obras de 78 artistas ou coletivos de todo o País, que foram selecionados pela comissão curatorial da terceira edição do Programa Rumos Artes Visuais.

Na mostra estão pinturas, desenhos, esculturas, objetos, móveis, instalações, fotografias, vídeos performances, intervenção urbana e minifestival de audiovisual. Um artista de Campo Grande integra o time dos selecionados. Trata-se de Evandro Prado (www.evandroprado.com.br), que participa da mostra com sua instalação “Em casa de capitalista, coca-cola é santa”. O artista embarca hoje para São Paulo, onde participa da vernissage, e cumpre até o fim da semana, agenda de compromissos com o Itaú Cultural. “ Vamos ter debates, seminários tudo envolvendo os artistas de todo o Brasil” disse o artista ontem ao Correio do Estado.

Em junho a exposição será aberta no Rio de Janeiro, na íntegra, mais precisamente no Paço Imperial. No segundo semestre, diferentes recortes da mostra chegarão a quatro capitais do Brasil: Campo Grande (MS), Fortaleza (CE), Belém (PA), e Florianópolis (SC). “A informação que eu tive é de que a mostra em Campo Grande começaria em 31 de agosto”, informou Evandro.

Seleção

A comissão curatorial, coordenada por Aracy Amaral, passou pelas capitais brasileiras em centros de produção importantes do interior do País, recebendo portifólios, visitando ateliês e realizando palestras. Ao final desta empreitada foram realizadas 1.342 inscrições, que resultaram na seleção dos trabalhos em exposição.

Durante a vigência da exposição, quatro artistas serão selecionados pela comissão curatorial e pela curadora alemã Valeria Schulte-Fischedick, do Kunstlerhaus Bethanien de Berlim, para jornada de estudos em quatro destinos – Exterior e Brasil – por meio de entidades interessadas em colaborar com o Itaú Cultural nessa etapa do Projeto Rumos.

Está prevista também a edição de um catálogo bilíngue que inclui textos da curadoria, palestras de estudiosos que desenvolveram temas durante o ano de preparo do evento, material biográfico e reprodução de obras de cada artista selecionado.

Michelle Rossi
Campo Grande, terça – feira, 21 de março de 2006
Jornal Correio do Estado