Evandro Prado selecionado para o Salão de Goiás

O artista, cuja exposição no Marco está gerando polêmica, participará do 6º Salão Nacional de Artes de Goiás com a instalação “Fidel Castro fala à ECO-92”


O artista plástico Evandro Prado, idealizador da série "Habemus Cocam", em exposição no Museu de Arte Contemporânea (Marco), foi selecionado para o 6º Salão Nacional de Arte de Goiás – Prêmio Flamboyant. Evandro vem recebendo manifestações de repúdio por parte da comunidade católica de Campo Grande, em razão da mostra em exibição local.

O evento que contará com a participação do artista sul-mato-grossense acontecerá de 15 de julho a 6 de agosto, em Goiânia, e terá ainda mais 30 artistas, selecionados dos 1.300 inscritos de todo o Brasil.

Na oportunidade, Evandro vai mostrar a instalação "Fidel Castro fala à ECO-92", pertencente à mesma série em exposição no Marco, mas do segmento Capitalismo e Socialismo. "É uma instalação que vai ocupar 10 metros quadrados, onde vou utilizar 400 latinhas de Coca-Cola para montar um mapa mundi. O discurso de Fidel Castro na Eco Rio 92 também vai ser reproduzido por um micro-system a todo o tempo. É interessante, um socialista fazendo discurso para um monte de capitalistas", disse.
Sem comunicado

Enquanto isso, na capital de Mato Grosso do Sul, nenhum comunicado oficial foi feito entre a comunidade católica e o Marco para embargar a exposição do artista. O grupo, apoiado pelo vereador Paulo Siufi (PRTB), desaprova a exposição, que utiliza imagens sacras misturadas a imagens da Coca-Cola – para tanto, realiza abaixo-assinado pedindo o cancelamento da mostra. Em exibição desde o dia 11 de maio, a exposição "Habemus Cocam" será encerrada no dia 30 de junho e segue, em agosto, para a Casa de Cultura da América do Sul, em Brasília.


Michelle Rossi
Campo Grande, MS, 1º de junho de 2006
Jornal Correio do Estado