Evandro Prado expõe no Shopping Campo Grande

Evandro Prado, 21 anos, nascido em Campo Grande, é formado em Artes Visuais pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul e considerado um dos mais jovens talentos das artes plásticas do Estado. Apesar de estar no início de sua carreira, ele já desponta como uma grande promessa no cenário das artes plásticas dentro e fora de Mato Grosso do Sul. O artista lançou recentemente sua nova exposição “Múltiplo”, onde podem ser vistas obras que mostram uma síntese de três series: Fé na Tábua, Corpus Christi e Habemus Cocam.


A série Habemus Cocam, em que mistura Fidel Castro, Papa João Paulo II e Nossa Senhora com a Coca-cola, foi aberta em 11 de maio de 2006 no Marco (Museu de Arte Contemporânea de Campo Grande). Eram expostos telas e objetos, por exemplo uma coca-cola coberta pelo manto de Nossa Senhora ou uma lata de coca-cola no lugar onde deveria estar o sagrado coração de Maria. Estas são algumas das obras que foram expostas por Evandro e que provocou a revolta da Igreja e de alguns vereadores da capital, que tentaram censurar a exposição do artista. Foram abertos dois processos contra o artista alegando que o mesmo estava profanando a igreja católica através desta exposição e desrespeitando publicamente um ícone religioso, alem dos processos foram recolhidas assinaturas para um abaixo assinado contra a exposição pedindo o cancelamento da mesma.

Segundo o artista, suas obras não tinham e não têm a intenção de desrespeitar a igreja ou seus fiéis e sim se trata de uma crítica ao consumismo exacerbado e a troca de valores. "As pessoas têm buscado consolo não mais na religião e sim na mercadoria no dinheiro", afirma Evandro.

De qualquer forma, a polêmica deu mais visibilidade ao artista e suas obras. De acordo com Evandro, foi uma surpresa a ação aberta contra ele e lembra que na época foi bastante desgastante passar por isso, mas hoje vê todo o episódio como positivo pois os dois processos foram arquivados. "Hoje converso com pessoas que mesmo não tendo ligação alguma com a arte se lembram do meu trabalho e isso para um artista é muito importante”. Sem contar o número de visitantes ao museu, que aumentou consideravelmente durante a exposição do artista e segundo o curador do museu na época Rafael Maldonado. "Nenhuma exposição teve tanta repercussão como essa em Mato Grosso do Sul", explica Maldonado. A atual exposição de Evandro está no 1º piso do Shopping Campo Grande e vai até 14 de outubro de 2007.


Ederson Almeida
26 de setembro de 2007